http://www.aros.orgAROS-ExecAROS-Exec ArchivesPower2People
kitty mascottop logo menu

Curta introdução ao AROS

Introdução
spacer

AROS é um sistema operativo portavél e de Desktop livre intencionando ser compatível com AmigaOS, enquanto melhorando-o em muitas áreas. O Código Fonte está disponível sobe uma Licença de Fonte Aberta, que permite a qualquer um livremente melhorar sobre o existente.

Objectivos

Os objectivos do projecto AROS é criar um Sistema Operativo que:

  1. é o mais possível compativel com AmigaOS 3.1.
  2. possa ser aportado para diferentes tipos de arquitecturas de equipamento e processadores, com x86, PowerPC, Alpha, Sparc, HPPA e outros.
  3. deverá ter binário compativel no Amiga e fontes compativeis em qualquer outro equipamento.
  4. possa correr como uma versão que permaneça só (standalone) que arranque directamente do disco rigido como um emulador que abra uma janela no sistema operativo existente para desenvolver programas e corra Amiga e aplicações nativos ao mesmo tempo.
  5. melhore sobre as funcionalidades do AmigaOS.

Para atingir este objectivo, usamos um certo número de técnicas. Primerio que tudo, fazemos um uso intensivo da Internet. Poderá participar no nosso projecto mesmo que só consiga escrever uma única função do Sistema Operativo. A versão mais actual da fonte é acessivel 24 horas por dia e remendos (patches) podem ser fundidos nas fontes a qualquer altura. Uma pequena base de dados com tarefas abertas certifica-se de que o trabalho não é duplicado.

História

A algum tempo a trás no ano de 1993, a situação para o Amiga parecia de algum mode pior do que o normal e alguns fans do Amiga juntaram-se e discutiram o que deveria ser feito para aumentar a aceitação da nossa amada máquina. Imediatamente a razão principal para o sucesso em falta do Amiga tornou-se claro: foi a propagação, ou melhor a falta disso. O Amiga deveria obter um principio de propagação mais vasto para torna-lo mais atractivo para todos usarem e desenvolverem para ele. Então planos foram feitos para atingir esse objectivo. Um dos planos foi arranjar os erros do AmigaOS, outro foi torna-lo num Sistema Operativo moderno. O projecto AOS nasceu.

Mas exactamente o que era um erro? E como deveriam os erros ser arranjados? Quais eram as caracteristicas que um Sistema Operativo deveria ter então chamadas de modernas? E como deveriam elas ser implementadas no AmigaOS?

Dois anos mais tarde, pessoas ainda estavam a discutir sobre isto e nem uma linha de código tinha sido escrita (ou pelo menos ninguem tinha visto esse código). Discussões caontinuaram a ser o padrão onde alguém definiu que "Nós temos de ter ..." e alguém respondeu "leiam a velha correspondência" ou "isto é impossível de fazer, porque ...", que foi brevemente seguido por "Vocês estão errados porque ..." e asim sucessivamente.

No inverno de 1995, Aaron Digulla fartou-se desta situação e publicou um RFC (requerido para comentários) para a lista de correio AOS na qual ele perguntava o que a minima base comum poderia ser. Várias opiniões foram dadas e a conclusão foi que quase todos gostariam de ver um Sistema Operativo aberto que fosse compativel com AmigaOS 3.1 (Kickstart 40.68) na qual discussões profundas poderiam ser fundadas, para ver o que seria possivel e o que não.

Então o trabalho começou e o AROS nasceu.


Direitos de Cópia © 1995-2017, A Equipa de Desenvolvimento AROS. Todos Os Direitos Reservados.
Amiga®, AmigaOS®, Workbench e Intuition são marcas registadas de Amiga Inc. Todas as outras marcas comerciais pertencem aos seus respectivos proprietários.